quarta-feira, 13 de setembro de 2017

Siddhartha - Hermann Hesse

“A tua alma é o mundo inteiro.” 
Este Verão li Siddhartha, de Hermann Hesse. Cativou-me desde da primeira página até ao final, sentindo uma brisa suave e agradável em cada folha que passava. A busca incansável pelo significado da vida, mas também a facilidade com que se abandona aquilo que já não faz crescer e, se contempla um novo caminho quando pouco ou nada se tem a que se agarrar.
Obra escrita pelo vencedor do prémio Nobel de Literatura em 1946, tendo sido a sua primeira publicação em 1922. O livro aborda a procura pela plenitude espiritual, e o alcance de estados em que a mente humana se encontra totalmente completa e plena.  
Uma história de esperança, de luta por conhecer quem somos e o que fazemos neste mundo.
 Aconselho vivamente esta leitura…
Por decisão pessoal, a autora do texto não escreve segundo o novo Acordo Ortográfico.



Sem comentários:

Publicar um comentário